9 de dez de 2010

Agenda 21 no Rio de Janeiro

Desenvolvimento sustentável significa usarmos
nossa ilimitada capacidade de pensar em vez de
nossos limitados recursos naturais."
JUHA SIPILÄ 

 A agenda 21 é um dos principais resultados da conferencia Eco – 92, ocorrida na cidade do Rio de Janeiro, em 1992, deste resultou um documento que estabeleceu a importância da cada país se comprometer a refletir, global e localmente, sobre a forma pela qual governos, empresas, organizações não governamentais e todos os setores da sociedade poderiam cooperar no estudo de soluções para os problemas sócio-ambiental.
Dentro deste contexto com os seus problemas ambientais, apresentados pelo plano diretor, que são erosão, desmatamento, inundações, poluição sonora, do ar, da água e do solo, o Rio de Janeiro foi o pioneiro através da Secretaria municipal de meio Ambiente na elaboração de uma Agenda 21 realizando uma série de conferências e seminários a partir de 1995. Além das conferências, produziu uma série de materiais didáticos como o "Pequeno Guia da Agenda 21 Local" para gestores e a cartilha "Construindo o Nosso Futuro" para cidadãos e comunidades, explicando passo a passo como desencadear processos de construção da Agenda 21 Local.  
Para melhor conseguir realizar o planejamento a cidade é dividida em 5  áreas de planejamento e 25 regiões administrativas, nas quais foram desenvolvidas atividades de distribuição de matérias impressos através de workshops com ONGs e Associações de Moradores, para que as mesmas se tornassem parceiras do Município. Tendo como base os resultados destas atividades deu – se inicio a formulação de um projeto de lei, intitulado  Fórum 21, tendo como proposta  envolver todos os segmentos representativos da sociedade local e ser uma instância fundamental na definição e aprovação de políticas e projetos de desenvolvimento para o município.
O projeto constou na execução integrada de quatro sub-projetos:
"Manual de Planejamento Participativo"
- Desenvolvimento da Metodologia da Agenda 21 da Cidade do Rio de Janeiro
"Pesquisa Consultando a População" - Identificação do diagnóstico da situação de cada AP - Anexo 3: Pesquisa de opinião no município do Rio de Janeiro, composta por 1.500 entrevistas domiciliares com o objetivo de levantar a agenda ambiental carioca, indicando prioridades para intervenção e investimentos assim como disposição da população para contribuir na solução dos problemas;
"Cadastro de Parceiros do Desenvolvimento Sustentável", - Identificação de todas as instituições com potencial de formar parcerias com o Fórum 21;
"Capacitando os Atores": 15 cursos e seminários de capacitação em métodos e técnicas de planejamento e construção de agendas de desenvolvimento ministrados nas 5 Áreas de Planejamento.


Fonte: http://www.agenda21local.com.br

Postado por Thaís Silveira

Um comentário:

  1. Thaís,
    você resolve falar sobre a Agenda 21 do Rio de Janeiro, e sequer faz uma consulta à página da prefeitura do Rio de Janeiro, para conseguir uma informação atualizada sobre o andamento do processo? O site de onde vc tirou a referência, fala de uma Agenda que começou a ser construída a 15 anos atrás; e hoje, como estão as coisas? A pressa foi tanta, que vc chegou a copiar do texto original um "Anexo 3", que não tem nada a ver com a tua postagem!

    ResponderExcluir